Nunca fui amada

Quando nasci, meu pai aventou a possibilidade de me chamar de Amábile. Minha mãe detestou o nome e vetou essa opção, graças a deus.

Amábile é um nome que significa “amável”.

E amável, no dicionário, significa “que merece afeto, amor; digno de ser amado”.

Não era mesmo o meu destino ser amada.

Hoje, enquanto ouvia a história de um romance juvenil de um amigo, comecei a pensar nos meus relacionamentos e reparei que nenhum homem jamais disse que me amava. Já disseram que queriam me comer, mas nunca que me amavam.

Qual será a dificuldade que as pessoas encontram para me amar?

Eu não as permito? Eu sou difícil demais? Eu escolho as pessoas erradas?

TODAS AS ALTERNATIVAS???

Eu devo ser um monstro, uma criatura exótica e detestável.

IMG_5370.JPG

Desenho feito por mim

Advertisements

2 thoughts on “Nunca fui amada

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s