Na média

Ontem, eu e um amigo fomos a um bar e, na hora de fazer o último pedido para o garçom antes de fechar a conta, eu me empolguei:

“Traga um shot para o meu amigo, por minha conta!!”

(depois eu acabei pedindo um shot para mim também, e viramos os copos juntos. Queimou a garganta.)

 

Acontece que esse pequeno ato de impulsividade gerou uma pequena discussão comportamental. Enquanto meu amigo acredita piamente em levar uma vida tranquila, sem chamar a atenção e sem tomar atitudes insanas, eu sou da opinião de que isso é mesmo ótimo… se o que você deseja é uma vida “na média”. E eu nunca desejei uma vida na média.

Não arranjar encrencas, não experimentar novidades, não ter opiniões fortes, não ser impulsivo, não se comprometer… é o segredo para o vida calma – e sem graça. Quem vai lembrar de uma pessoa assim? Como ela vai se destacar?

A vida precisa de tempero.

As pessoas precisam de sonhos e atrevimento.

 

Advertisements

One thought on “Na média

  1. Olá! Adorei o seu blog e já estou seguindo.
    Parabéns oela iniciativa viu? Acho interessante poder ouvir as pessoas e blogs como o seu tem sido mascarados por temas, cada vez mais famosos ultimamente.

    Olha, sou uma garota ” na média” rs. Ao contrário de como vc vêno mundo, eu me sinto feliz em ser a ” perfeição em pessoa”, mas confesso que concordo com você. Muitas vezes precisamos viver! Apenas viver e fazer coisas que nos permitam experiências. Eu n consigo ser impulsiva assim, apesar de ser ( minha psicologa quem disse) em momentos de extrema pressão ou cansaço. Hahaha

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s